domingo, 12 de agosto de 2012

TEATRO: AMOK Teatro apresenta "Kabul" - RJ



AMOK Teatro 
Kabul – de 15 a 19 de agosto de 2012

Kabul é um espetáculo sobre a guerra vista através da intimidade de dois casais que refletem o martírio de uma nação traumatizada por vinte anos de violência e entregue à tirania dos fundamentalistas. Quatro rostos da guerra, quatro retratos de um Afeganistão visto de dentro das casas, por detrás das cortinas.

Kabul é uma criação que partiu de duas fontes: um livro, “As Andorinhas de Cabul” do escritor argelino Yasmina Kadra e uma imagem real, uma mulher coberta com uma burca azul, sendo executada publicamente no estádio de Cabul, em novembro de 1999. Esta imagem, feita a partir de um celular, correu o mundo e revelou um fato tão cruel quanto distante.

Decidimos aproximar e ir além da imagem que desaparece no instante seguinte da notícia. Quem poderia ser a mulher por debaixo daquela burca? Qual o seu rosto? Qual a sua história? Levantar o véu...  O que contamos em Kabul poderia ser a história desta mulher.

Kabul é um mergulho na alma humana para investigar o que resta quando perdemos toda a esperança. Um mergulho nas mentes e nos corações de seres em busca de dignidade e de humanidade confiscadas por décadas de violência. Para além das fronteiras geográficas ou culturais, o que está em foco é o homem diante da violência de sua época.

Kabul recebeu o Prêmio APTR na categoria especial, pela música composta por Beto Lemos. 

Direção, texto e concepção: Ana Teixeira e Stephane Brodt. 
Música: Beto Lemos. 
Elenco: Bruce Araujo, Fabianna de Mello e Souza, Rosana Barros e Stephane Brodt.
SERVIÇO:
Kabul
Data:  Até 19 de agosto de 2012
Horário:Quarta a domingo, às 19h30
Local:Teatros III | Rua Primeiro de Março, 66 - Centro
Bilheteria: Terça a domingo, das 9h às 21h 
Ingressos: R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia entrada)
Telefone: (21) 3808-2020 
Idade recomendada: 12 anos. 
Duração: 70 min.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.