segunda-feira, 15 de outubro de 2012

TEATRO: Armazém Cia de Teatro apresenta A Marca d´água - RJ


Armazém Cia de Teatro apresenta 
montagem, inédita, consolida a agenda de comemorações dos 25 anos do Armazém Companhia de Teatro, em cartaz na Fundição Progresso até 25 de novembro de quinta a sábado às 20h e domingo às 19h.


SINOPSE:
A Marca da Água reafirma certas questões presentes no trabalho do Armazém Companhia de Teatro: a dramaturgia do tempo, a questão da memória e o olhar poético sobre a existência. Numa narrativa feita de descontinuidades, acompanhamos o mergulho de Laura, uma mulher que sofre um acidente na infância, mas suas sequelas só se radicalizam na idade madura. Com tons e movimentos que mantém o universo de A Marca da Água entre o real e o sonhado, a busca e o delírio da personagem flagram estados sutis quando a fragilidade física pode transformar-se em afirmação de vida. Não há tempo a perder.



FICHA TÉCNICA:
Elenco: Patrícia Selonk, Ricardo Martins, Marcos Martins, Marcelo Guerra e Lisa E. Fávero.
Direção: Paulo de Moraes
Dramaturgia: Maurício Arruda Mendonça e Paulo de Moraes
Direção Musical: Ricco Viana
Cenografia: Paulo de Moraes
Iluminação: Maneco Quinderé
Figurinos: Rita Murtinho
Videografismo: Rico e Renato Vilarouca
Preparação Corporal: Patrícia Selonk e Laura Noronha
Cartaz: Jopa Moraes
Projeto Gráfico: Alexandre de Castro e Jopa Moraes
Fotografias: Mauro Kury
Assistente de Produção: Fernanda Camargo
Produção Executiva: Flávia Menezes
Produção: Armazém Companhia de Teatro




CRÍTICA:
“Poderíamos mesmo descrever um passado sem as imagens da profundidade? E jamais teremos uma imagem da profundidade plena se não tivermos meditado à margem de uma água profunda? O passado de nossa alma é uma água profunda.
E depois, quando foram vistos todos os reflexos, de repente olha-se a própria água; acredita-se então surpreendê-la no ato de produzir beleza; percebe-se que ela é bela em seu volume, de uma beleza interior, de uma beleza ativa.
A água azul ‘é cheia de flores imóveis e estranhas... Viste a maior delas que desabrochou sobre as outras? E a água... É água?... parece mais bela e mais pura e mais azul do que a água da terra. Não ouso mais olhá-la.’
Uma alma também é uma matéria tão grande!
Não ousamos olhá-la.” (Gaston Bachelard, em A Água e os Sonhos)


SERVIÇO:
Fundição Progresso / Espaço ARMAZÉM – Rua dos Arcos, 24. Lapa - RJ
Até 25 de novembro
Sessões: Quinta a sábado, 20h; Domingo, 19h. 

Importante: não haverá sessão no dia 02 de novembro.
No mês de novembro, as sessões serão de sexta a domingo.
Classificação indicativa: 18 anos
Duração: 75 minutos.
Ingressos: Quinta e sexta-feira: R$ 30
Sábado e domingo: R$ 40
Lotação: 110 espectadores. A bilheteria abre 1 hora antes do espetáculo. 
Reservas pelo telefone: (21) 2210.2190
Lista Amiga pelo Facebook: Armazém Cia de Teatro  (R$ 15 (quinta e sexta) R$ 20 (sábado e domingo).
Assessoria de Imprensa: 21 2235-5575 / 8898-5575 Monica.riani@uol.com.br |monicariani@globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.