quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

FAMOSOS: 7 atores mirins que abandonaram as câmeras


Você provavelmente ainda estava brincando com bonecos e carrinhos quando estes pequenos resolveram mudar de profissão. Para atores mirins, a carreira começa cedo, é verdade, mas pode ter fim igualmente precoce. Entre jovens indicados ao Oscar e intérpretes de personagens icônicos, relembre 7 talentosas crianças que abandonaram a carreira frente às câmeras:

1. Samuel Costa

O garoto Samuel Costa tinha 9 anos de idade quando deu vida ao clássico personagem criado por Ziraldo, O Menino Maluquinho. O filme, lançado em 1994, garantiu outros papéis na telinha: Samuel participou das novelas Meu Bem querer (1998) e Força de um desejo (1999) e da minissérie Aquarela do Brasil (2000) antes de se despedir das câmeras. Resolveu prestar vestibular para Publicidade e Propaganda e, depois de uma passagem pela McCann (2004-2008), trabalhou como assistente de direção na produtora O2, de Fernando Meirelles. Nessa época, conheceu Bruno Bock e se tornou sócio da produtora Blues Filmes, onde produzem vídeos e campanhas, do conceito à finalização. Hoje, com 28 anos, Samuel tem também um canal de humor no YouTube.


2. Jonathan Ke Quan



O ator vietnamita, que também escapou dos malvados irmãos Fratelli em Os Goonies, estreou na telona com grande estilo: o primeiro trabalho de Jonathan Ke Quan foi ao lado de Harrison Ford em Indiana Jones e o Templo da Perdição, filme dirigido por Steven Spielberg lançado em 1984. No longa ele interpreta Short Round, o pequeno e divertido ajudante do herói aventureiro. Apesar do começo promissor, Jonathan não seguiu carreira frente às câmeras – mas também não abandonou de vez o cinema. Ele estudou taekwondo com o mestre Tao-liang Tan e passou a trabalhar como coreógrafo de dublês em filmes como X-Men e O Confronto.

3. Mary Badham




A pequena Mary Badham nunca tinha entrado em um set de filmagens quando foi escalada para o filme O Sol é para todos, de 1962. Mas a garotinha de 10 anos não fez feio: sua atuação ao lado de Gregory Peck lhe rendeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante. Apesar de não ter levado a estatueta para casa, a nomeação foi o pontapé inicial para sua breve carreira no cinema – a atriz apareceu em apenas dois outros filmes em 1966 antes de dar adeus à Hollywood. Trabalhando por anos como restauradora de obras de arte, Mary deu uma pausa na sua aposentadoria e, depois de 39 anos longe das telonas, apareceu no longa Our very own, em 2005.

4. Mara Wilson




Aos 5 anos de idade Mara Wilson já trabalhava em frente às câmeras. Depois de atuar em comerciais, a atriz mirim estreou no cinema com o filme Uma babá quase perfeita, de 1993. Seu papel mais icônico viria dois anos depois: em 1995, a pequena deu vida à Matilda, garotinha genial criada por pais cruéis. Apesar da desenvoltura frente às câmeras, Mara parou de atuar no cinema em 2000 e trocou os sets de filmagem pelos palcos. Formada em Teatro pela Universidade de Nova York, a ex-atriz trabalha como escritora, presta serviços à ONG Publicolor (voltada a jovens em situações de risco) e tuíta @marawritesstuff (muito bem, aliás) nas horas vagas.

5. Brittany Ashton Mills




Caso Os Batutinhas (1994) tenha feito parte da sua infância, você com certeza se lembra da charmosa Darla – namoradinha do sardento (e desafinado https://www.youtube.com/watch?v=BYceinwy_kg) Alfafa. A garotinha, que então tinha 5 anos, fez uma passagem muito breve por Hollywood – depois de aparecer em apenas dois filmes, resolveu se dedicar aos estudos e deu adeus ao mundo do entretenimento. Já o seu par romântico continua atuando: Bug Hall fez aparições em episódios de séries como CSI, Criminal Minds e Nikkita.

6. Jeff Cohen




Impossível esquecer as camisas floridas e a dancinha esquisita (http://www.youtube.com/watch?v=Ux76RQHWPec) do adorável Gordo. Interpretado pelo jovem Jeff Cohen, o garoto fazia parte da turma de amigos que saem em busca do tesouro de Willy Caolho, no clássico Os Goonies, filme produzido por Steven Spielberg e lançado em 1985. Apesar de ter dado vida ao icônico personagem, Jeff não curtiu muito a vida de ator. Incomodado com piadas sobre o seu peso, o ex-ator mirim se dedicou ao futebol na escola e deu adeus à fama de gordinho. Formado em administração e em direito pela Universidade da Califórnia, hoje Jeff atua como advogado em Los Angeles, atendendo principalmente clientes ligados à indústria de entretenimento.

7. Shirley Temple




Provavelmente a atriz mirim mais famosa de todos os tempos, Shirley Temple encheu de ternura as telonas durante a década de 1930. Sua carreira precoce começou quando ela tinha apenas 3 anos. Multiartista, a garotinha talentosa atuava, dançava e cantava e, aos 5 anos, já acumulava mais de 20 longas e curtas em seu currículo. O talento e o sucesso de bilheteria fizeram com que aos 6 anos de idade recebesse o Prêmio Honorário Juvenil, honraria que fez dela a mais jovem atriz a receber a estatueta especial entregue entre 1934 e 1950 pela Academia. A menina prodígio tinha tudo para ter uma vida longa e próspera frente às câmeras, mas sua carreira promissora amargou quando ela chegou à adolescência. Depois de estrelar filmes com resultados desastrosos de bilheteria, Shirley Temple anunciou sua aposentadoria das telonas em 1950, aos 22 anos. Depois de abandonar o cinema, Temple trabalhou na Organização das Nações Unidas e atuou como embaixadora estadunidense em Ghana e Tchecoslováquia.


Fonte: Super Interessante


Acesse: www.comunidadeartistas.com.br
Curta: facebook.com/ComunidadeARTISTAS
Siga no Instagram: @comunidadeartistas
Newsletter: http://migre.me/hb93S
Siga no Twitter: @Comu_ARTISTAS
Inscreva-se: http://www.youtube.com/user/ComunidadeARTISTAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.